Às vésperas da votação do impeachment no Senado, o governo federal anunciou nesta terça-feira (10) novas linhas de crédito para capital de giro de micro e pequenas empresas que somam R$ 5 bilhões e que terão como contrapartida a preservação de empregos e a contratação de jovens aprendizes.

Segundo o ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, do total a ser disponibilizado, R$ 3 bilhões serão oferecidos por meio do BNDES e o restante, pelo Banco do Brasil (BBAS3).

As taxas de juros vão variar de 17,1% a 19,5% ao ano, segundo Rossetto, com carência de 6 a 12 meses.

A ideia é beneficiar empresas com faturamento de até R$ 3,6 milhões anuais. “A contrapartida para quem aceitar as linhas é um compromisso de manter postos de trabalho por 12 meses”, explicou.

Além disso, as empresas beneficiadas que tenham 10 ou mais funcionários, terão de contratar ao menos um aprendiz.

10 de maio de 2016

Governo anuncia linhas de crédito de R$ 5 bi para micro e pequenas empresas

Às vésperas da votação do impeachment no Senado, o governo federal anunciou nesta terça-feira (10) novas linhas de crédito para capital de giro de micro e […]